21 fatos para acabar com a disseminação preconceituosa e desinformada sobre o Bolsa Família

Sabemos que as pessoas têm uma socialização anterior à sua formação como homem, mulher e profissional. As pessoas costumam incorporar valores morais e culturais com os quais se identificam a partir da formação familiar, da escola, das crenças religiosas, da trajetória política, entre outras. Observo como estudante da área social e Assistente Social sempre em formação, que existe uma dificuldade, por várias determinações sociais, de alguns profissionais da área de não enfrentarem esses valores de forma teórica e crítica. Então, acabam reproduzindo no seu trabalho valores conservadores e moralistas. E isso acontece, às vezes, por alienação. Algumas pessoas nem mesmo percebem que possuem um modo de pensar conservador, que seu posicionamento não corresponde às conquistas históricas no campo de direitos. Essas pessoas acabam por reproduzir a lógica da dominação. Traduzem em respostas profissionais elementos do senso comum, presas a informação única e exclusiva da ‘grande mídia’, com convicções (até mesmo religiosas) que não condizem com a realidade da população usuária. Se as pessoas deixarem de considerar as determinações históricas, econômicas e políticas da relação do ser humano com, por exemplo: as drogas, a pobreza, o desemprego, etc. e atribuirem isso a uma questão de índole dos indivíduos, de escolha, isso acabaria moralizando a questão. E não cabe, principalmente a profissionais da área social, fazerem esse tipo de leitura moralizadora da sociedade, acredito que somos parte de uma categoria que possui um acervo teórico para olhar para a realidade e saber que o que a fundamenta não é a moral, mas a materialidade histórica.

Enfim, dito isso, gostaria de compartilhar alguns links de dados científicos e de pesquisas concretas sobre o Bolsa Família que comprovam que o Programa não se trata do que os questionadores e suas argumentações furados dizem por aí. Então amig@s, toda vez que se deparar com um desses “falaciadores”, joguem esses dados na cara do infeliz, acredito que os links relacionados abaixo barram todas os artifícios utilizados contra o programa até agora.

Antes de mais nada, procure saber os valores do benefício: http://www.mds.gov.br/bolsafamilia/valores-dos-beneficios

01. IPEA: “O programa é um mecanismo importante de inclusão produtiva, pois são mais de 300 mil empreendedores no país que recebem o benefício, e para cada R$ 1,00 investido no Bolsa Família, há o incremento de R$ 1,44 no PIB do país”: http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=17977

02. A avaliação de eficácia tem sido rigorosa, segundo relatório do Banco Mundial: http://econ.worldbank.org/external/default/main?pagePK=64165259&theSitePK=469372&piPK=64165421&menuPK=64166093&entityID=000094946_0309160409264

03. Artigo na The Economist: http://www.economist.com/node/10650663 (Mostra que 40% das brasileiras entre 25 e 29 anos ainda não têm filhos)

04. Cerca de 10 milhões de pessoas deixaram o Bolsa Família de 2003 a 2011: http://www.istoe.com.br/assuntos/editorial/detalhe/170230_OS+EMERGENTES+DO+BOLSA+FAMILIA

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/desistencia-do-bolsa-familia-chega-a-40.html

05. E pq será que ninguém se diz contra o “bolsa rico”?: “o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas, Luiz Aubert Neto, usa uma frase perfeita para definir o que é a política de endividamento e juros altos que o Brasil segue – e é prisioneiro dela, em boa parte: – A política de juros altos dos últimos 17 anos representa a maior transferência de renda da história do capitalismo neste planeta: http://www.uges.org.br/scripts/?m=noticias&id=89

06. Crescimento populacional do Brasil é o menor já registrado: http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2011/10/26/crescimento-populacional-do-brasil-e-o-menor-ja-registrado

07. Empreendedorismo e Inclusão Produtiva (uma análise de perfil do microempreendedor individual beneficiário do Programa Bolsa Família; IPEA): http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/radar/130507_radar25_empreendedorismo_apresentacao.pdf

08. Imposto para grandes fortunas une Psol e FHC: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/imposto-so-para-rico-une-psol-e-fhc/

09. Sonegação no Brasil: http://exame.abril.com.br/economia/noticias/sonegacao-de-impostos-pode-chegar-a-r-415-bilhoes-em-2013

10. “A economia da sonegação (teorias e evidências empíricas)”; Siqueira & Ramos, 2005: http://www.scielo.br/pdf/rec/v9n3/v9n3a04.pdf

11. Pra quem diz que é só o PT > “Serra, na campanha de 2010, prometeu ampliar abrangência do Bolsa Família”: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,serra-promete-ampliar-abrangencia-do-bolsa-familia,615289,0.htm

12. Programa Bolsa Família é exemplo de erradicação de pobreza, afirma relatório da ONU:
http://www.onu.org.br/programa-bolsa-familia-e-exemplo-de-erradicacao-de-pobreza-afirma-relatorio-da-onu/

13. Efeitos sobre a mortalidade infantil: http://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(13)60715-1/abstract (PS: Revista Lancet é a mais tradicional publicação científica na área da saúde)

14. Redução do trabalho infantil, segundo a Organização Internacional do Trabalho: http://www.ilo.org/global/about-the-ilo/media-centre/press-releases/WCMS_211472/lang–en/index.htm

15. Mais de 1,6 milhão de casas abriram mão do Bolsa Família: http://oglobo.globo.com/pais/bolsa-familia-mais-de-16-milhao-de-casas-abriram-mao-do-beneficio-8312947

16. Estudantes do Bolsa Família têm aprovação maior que a média e evasão escolar diminui: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/estudantes-do-bolsa-familia-tem-aprovacao-maior-que-a-media

17. Começa registro da frequência escolar dos beneficiários do Bolsa Família http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2013/04/01/comeca-registro-da-frequencia-escolar-dos-beneficiarios-do-bolsa-familia

18. Efeitos na diminuição da desigualdade social: http://www.ipc-undp.org/pub/IPCEvaluationNote1.pdf

19. Impostos têm maior impacto na redução da desigualdade do que o Bolsa Família (UnB e IPEA): http://bugarinmauricio.files.wordpress.com/2013/04/marcelo-medeiros-coelho-de-souza.pdf

20. Estudo do Ipea mostra que Bolsa Família não leva beneficiário à acomodação: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica-brasil-economia/33,65,33,3/2013/05/07/internas_economia,364728/estudo-do-ipea-mostra-que-bolsa-familia-nao-leva-beneficiario-a-acomodacao.shtml

21. “Bolsa Família e Outras Bolsas”, artigo do sociólogo Alberto Carlos Almeida, que faz uma comparação entre Brasil e Inglaterra, no jornal Valor Econômico. CHOQUEM: Os ingleses ganham salários muito mais altos que os brasileiros. E mesmo assim recebem muitos tipos de auxílio diferentes, que aqui não existem. Alguns:

– bolsa funeral (R$ 2100 para ajudar no enterro de seu familiar, incluindo pagar flores, caixão, uma viagem de algum parente para o velório etc.)
– bolsa aquecimento no inverno (média de R$ 2400 por mês para ajudar você a se aquecer no inverno)
– bolsa necessidades especiais (para deficientes ou idosos, até R$ 1500 por mês)
– bolsa cuidador de quem tem necessidades especiais (R$ 720 por mês)
– bolsa aquecimento por painéis solares (até R$ 3600 por mês)
– seguro desemprego (R$ 720 por mês)

E muitos outros outros.

http://www.senado.gov.br/noticias/senadonamidia/noticia.asp?n=840508&t=1

Links recentes colhidos por @fuckyeahcarol

Anúncios

Sobre Carolina Alves

Feminista, cinéfila, bookaholic, Assistente Social, mestranda em Sociologia, desbravadora insaciável dos estudos de gênero, vive dando sua opinião não-requisitada sobre música, tv, cinema, política, literatura, vida alheia e futilidades acaloradas via twitter. @fuckyeahcarol
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s